Conspiração pela impunidade

Entre 2013 e 2017 os volumes de prisões por corrupção no Brasil triplicaram. Apenas em 2016 foram 524 prisões por desvio de verbas públicas. Em um trabalho conjunto entre o ministério público, a polícia federal, a justiça e a imprensa que cobriu todas as 992 operações dá PF e do MP. Está ação da justiça tem despertado a sanha reacionária de setores oligárquicos dá política nacional, na forma de aberrações do tipo Lei de Abuso de Autoridade. Agora o ímpeto reacionário do presidente Temer e do PMDB desconheceu todos os limites, conspirando pela impunidade, nomeia a procuradora Raquel Dodge para a PGR, preferida pela cúpula do PMDB, a contragosto do candidato eleito na consulta do MP apoiado por Rodrigo Janot. Some-se a isto a declaração do Ministro dá Justiça Torquato Jardim que o comando da PF deve ser trocado em breve. Trata-se de um grande golpe na Lava Jato, trata-se de uma conspiração pela impunidade.

 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

*

Translate »